Fechar

História

Qual a sua parte na construção do que está ao seu redor?

Foram questões como essa que reuniram as fundadoras do Instituto Geração, Daniela Nascimento Fainberg e Tatiana Piva, duas amigas que consideram ter crescido numa condição privilegiada, e que buscavam multiplicar os resultados de suas ações sociais.

Criadoras da área de investimento familiar do IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social, aliaram habilidades técnicas e legitimidade, reuniram parceiros, formaram equipe, e criaram o Programa Nova Geração, em 2006, um processo de formação que apoia o desenvolvimento dos participantes e de suas práticas sociais, enquanto os apresenta ao contexto social brasileiro.  

Em 2007, o Instituto Geração nasceu como a primeira organização no país que se propõe a apoiar pessoas que tiveram acesso a oportunidades e tem o desejo de se engajar na construção de uma sociedade mais harmoniosa.  

A partir da metodologia desenvolvida no Programa Nova Geração, foram criadas outras iniciativas: viagens de aprendizagem, encontros inspiradores e consultoria.  

No ano passado, foi criado o Programa Engaje, e nesse ano, o Instituto Geração passou a representar a rede Nexus no Brasil, o que torna seu trabalho global e amplia seu potencial de impacto e conectividade.  

Hoje, o Instituto Geração celebra a formação de mais de cem pessoas que se encontram a partir de buscas comuns, e que passam a fazer parte de uma rede que compartilha inquietações e saberes que se complementam para a realização de seus propósitos.  

Dessa rede, fazem parte também diversas organizações parceiras, que acompanham sua trajetória. Por isso, o Instituto Geração também atua aproximando as pessoas que participam de suas atividades e as iniciativas sociais que conhece.  

De suas iniciativas, já participaram lideranças inspiradoras como José Junior (AfroReggae), Alessandra França (Banco Pérola), Fabio Barbosa (Executivo), Nilton Bonder (Rabino e Escritor) e Vera Cordeiro (Saúde Criança), que ao compartilhar suas histórias percorrem temas como desenvolvimento social, consumo, educação, novos modelos de negócio e sustentabilidade, propondo uma reflexão sobre o que temos construído com os nossos hábitos e ações.